capa_luz_mochila

Mochila solar e lâmpada de PET- duas ideias simples que estão mudando a vida de muitas comunidades

Já imaginou uma mochila de plástico reciclado e que fornece luz para a crianças estudarem à noite? E que uma simples garrafa PET poderia iluminar até mesmo a rua onde a energia elétrica não chega?

Com tantos avanços tecnológicos, é difícil pensar que existem muitas comunidades que sequer têm energia elétrica, que ainda vivem na escuridão. Imagine as dificuldades de locomoção à noite, ou estudar para uma prova, ler, entre outras atividades tão simples para quem não  desfruta de algo tão básico, como a energia elétrica. Ficar só cobrando e esperando do poder público não adianta.

Hoje vamos falar de dois projetos, um no Brasil e outro na África, que com soluções simples e sustentáveis fazem a diferença na vida de muitas pessoas.

 Litro de Luz

Em 2002, durante um apagão, o mecânico brasileiro Alfredo Moser instalou a sua lâmpada artesanal em seu telhado, a ideia foi tão boa que logo seus vizinhos a adotaram.

litro-luz-525

Foto – Divulgação

A solução criada por Moser chamou a atenção do filipino Illac Diaz, (criador da My Shelter Foundation - que desenvolve projetos sustentáveis e de baixo custo) e viu no projeto para a oportunidade de ajudar famílias carentes em seu país, onde um quarto da população vive abaixo da linha da pobreza. Assim nasceu em 2012 o projeto “Litro de Luz”.

Essa ideia já ajudou muitas comunidades ao redor do mundo. A tecnologia é simples, econômica e sustentável, composta por garrafas PET, um pouco de água, alvejante, para as lâmpadas diurnas. Já para as noturnas e os postes são utilizados além das PETs, painéis solares e lâmpadas LED (para o poste é necessário ligar a Lâmpada em uma bateria 12 V).

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Nas vias de acesso, a iluminação chega até a reduzir o índice de assaltos ou casos de violência contra a mulher, ou outros problemas, nas casas as pessoas têm mais comodidade, podem ler, estudar à noite, tarefas que eram quase impossíveis sem a iluminação.

No Brasil, o projeto começou em 2013, beneficiando moradores de comunidades de São Paulo, Santa Catarina, Paraíba, Rio de Janeiro, periferias de Brasília  e já chegou na Amazônia, segundo dados da própria ONG.

 Para saber mais sobre o projeto: https://www.litrodeluz.com

Mochilas escolares recicladas movidas a energia solar (Repurpose Schoolbag)

Com criatividade e vontade de fazer a diferença, as jovens amigas Reabetswe Ngwane e Thato Kgatlhanye, de uma província da África do Sul desenvolveram uma solução simples, barata  para um grande problema enfrentados por muitas comunidades na África: a falta de acesso à energia elétrica e o risco de morte de crianças que usam o querosene para poder estudar. A ideia nasceu de um projeto na escola, chegou até a ganhar um prémio para jovens africanos que desenvolvem e implementam soluções inovadoras para desafios sociais em suas comunidades.

bag1

Foto: Divulgação

A dupla de empreendedoras, através da empresa Rethaka, criou  uma mochila escolar com material reciclado, que além de carregar os materiais do aluno, possuem  painéis solares, que são carregados enquanto  as crianças estão na escola, ao pôr do sol já estão completamente cheios, fornecendo muita luz para voltar para casa em segurança, ou fazer  tarefas, como  ler, fazer a lição.

As amigas Thato e Reaa, idealizadoras da mochila

As amigas Thato e Reaa, idealizadoras da mochila

A ideia não ajuda apenas as crianças que ganham as mochilas, mas está gerando empregos na comunidade, além de cuidar do planeta com a reciclagem.

São ideias e pessoas assim que o mundo precisa.

Para saber mais sobre o projeto: //www.rethakafoundation.org

Conhece alguma ideia inovadora que está ajudando pessoas e/ou comunidades? Nos ajude a contar mais histórias de pessoas e projetos que fazem a diferença.

 

Related News

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Todos os direitos reservados Jornal SuperaBR