stress

Stress no trabalho é tão prejudicial quanto o fumo passivo

Para chegar a suas conclusões, a equipe de pesquisadores das universidades americanas  Harvard e  Stanford,  analisaram evidências de 228 estudos que investigaram o stress no local de trabalho.

 

Eles analisaram como uma série de fatores estressantes de trabalho podem afetar a saúde física e mental, tais como: trabalhar por longas horas,  ter um emprego que entra  em conflito com a vida familiar, um chefe arrogante, não ter seguro saúde, sentir-se injustiçado,  ter muitas exigências na função, horas extras não pagas entre outros.

 

Segundo o estudo,  pessoas com altas demandas de trabalho tem 35% mais risco de ter uma doença e que trabalhar por muitas horas seguidas aumenta o risco de morte em quase 20%. O medo de perder o emprego ou um local de trabalho injusto pode aumentar em 50% a probabilidade de morte prematura.

 

Para os pesquisadores, o stress no trabalho pode ser tão prejudicial para a saúde quanto o fumo passivo, ou seja, as condições de trabalho afetam profundamente a saúde humana.

 

Não abordar o stress no trabalho pode ser caro, tanto a nível financeiro e humano.

 

Adaptado de Daily Mail

 

Related News

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Todos os direitos reservados Jornal SuperaBR